Passo a Passo

viajante2Essa página foi criada para ajudar o estudante brasileiro que quer estudar nos Estados Unidos e nem sabe por onde começar. Olhando para essa página parece um caminho longo, não é? Mas tudo depende de quando você começa a organizar sua viagem, sua disponibilidade de correr atrás do que você precisa e sua vontade de realizar a viagem dos seus sonhos. Lembre-se a informação certa já é metade do caminho.

Assine a nossa Newsletter e receba todo mês informações úteis sobre bolsa de estudos nos Estados Unidos e dicas de viagens.

Passaporte

Veja documentação necessária no website da Polícia Federal.

Escolha a escola nos Estados Unidos

Você pode procurar uma escola por conta própria ou buscar uma agência de turismo.  As taxas cobradas pelas agências variam muito, por isso pesquise antes de comprar. Outra coisa, geralmente as agências oferecem poucos opções e nem sempre as mais baratas. O que não significa que uma escola com preços mais em conta não vá oferecer um ensino de qualidade.

USAHelp4U for criado para te ajudar a escolher o curso de inglês que cabe no seu bolso e dar dicas para que você faça seu dinheiro render e assim você possa investir no seu tempo por aqui. Conheça nosso Guia de Escolas, veja os preços e faça sua escolha.

Dica: Se você quiser escolas em cidades grandes tipo Miami, Boston, New York vai pagar mais caro, cerca de 30% a 50%.

A dica é ficar em cidades menores ao redor da grande metrópoles, assim você pode conhecer os pontos turísticos da cidade usando o transporte público e ou até ficar o fim de semana na cidade.

Preencher I-20

Se você decidir fazer por conta própria: após escolher a escola, a mesma lhe enviará o formulário de matrícula e mais o formulário americano chamado I-20. Esse formulário é todo em inglês. Não desespere! Nada que um dicionário Português-Inglês não resolva.

Acomodação

Algumas escolas oferecem a opção de Homestay (estadia em casa de família) e/ou hotel. A escola cobra taxa de acomodação e fica com outros 30% do preço, repassando o restante para a família hospedeira.

Se revolver procurar acomodação por conta própria : não esqueça de solicitar um documento que comprove a reserva do hotel, albergue ou homestay. Isso ajuda na hora de pedir o visto (não é essencial), mas no desembarque no aeroporto o agente de imigração pode perguntar onde você pretende se hospedar e ai o documento é essencial.

A hospedagem em casa de família pode inclui o café da manhã e jantar, além da facilidade de estar com uma família que fala o idioma, que pode te ajudar no dia a dia, algumas gostam de levar o guest (aluno internacional) para onde quer que vão: compras, shopping, praia, festas etc. No hotel, apenas café da manhã, e além disso é mais caro do que host families.

Geralmente os estudantes que vão ficar por longo período de estudo adquirem apenas um mês de acomodação junto à escola e ou compram em sites especializados, e depois que conhecerem melhor a região, alugam um quarto em casa de família ou dividem com amigos, o que pode baratear o custo da acomodação em até 50%.

Homestay também tem sido um nova maneira de fazer turismo como mais qualidade e bem estar.

Seguro saúde

 Custa em média $20 por semana. Algumas escolas oferecem a opção de indicar certas empresas de seguro internacional, você escolhe e paga no pacote. Outra opção é contatar seu cartão de crédito internacional e procurar saber o que eles oferecem.

Visto

Visto

Você pode seguir as dicas abaixo ou contratar um despachante. Os serviços de um despachante custam de R$150 a R$300.  Lembre-se que, com ou sem serviço de despachante, a entrevista é obrigatória para todos.

 Se você decidir fazer sozinho, você vai precisar de:

 Passaporte;

 Formulário da escola preenchido, já com as datas em que você quer vir para os Estados Unidos (recomenda-se começar o processo uns 6 meses antes da viagem);

Formulário I-20 que a escola vai te enviar assim que você pagar 50% do curso e algumas taxas;

Provas que você ou sua família/patrocinador tem dinheiro para mandá-lo e mantê-lo nos EUA (extratos de bancos, cartas, etc);

Entre em contato com o consulado americano mais próximo da sua casa, preencha o formulário adequado ao seu visto, marque sua entrevista, depende da época do ano e do consulado a entrevista pode demorar de uma semana a vinte dias;

Reúna todos os documentos da escola, comprovante de renda, de vínculo com o Brasil, extratos bancários e faça a entrevista;

Consulado americano fica com seu passaporte e cobra outra taxa para enviar seu passaporte pelo correio;

Em poucos dias (depende da localidade e volume de trabalho) você receberá, em casa, seu passaporte com o visto (um selo grudado em uma página do seu passaporte). Preste atenção nas datas contidas no visto;

Fica a critério do consulado americano dar o visto para, apenas o tempo do seu curso ou até dez anos;

A solicitação de visto custa $160 (os preços mudam de tempos em tempos);

I-94

Só porque o consulado americano te deu um visto para dez anos não significa que você pode ficar nos Estados Unidos por dez anos. O visto de 5, 10 anos ou seja lá o tempo que eles derem significa apenas que você pode entrar e sair do EUA neste período sem ter que voltar ao consulado americano no Brasil para pedir outro visto, e preencher aquela papelada toda novamente.

Quando você desembarcar no território do Tio Sam, o agente de imigração no aeroporto vai carimbar seu passaporte com a data limite que você pode ficar por aqui (seu tempo de permanência), geralmente (mas nem sempre) seis meses.

Até o ano passado, o agente de imigração no aeroporto entregava um cartão com um número. Esse cartão era o formulário I-94.

Atualmente, isso foi abolido para reduzir custos. O I-94 significa que você entrou legalmente no país. Caso o estudante queria mais tarde, antes de vencer seu prazo de permanência, estender seu tempo nos EUA, ele deve/precisa/vai ter que solicitar uma cópia desse documento para provar que encontrou legalmente no país.

Passagem

 Depois que você recebeu seu passaporte com o visto, pode ir até a agência de turismo e comprar as passagens (ida e volta).

Resolvi ficar mais tempo

Uma vez nos Estados Unidos você pode estender seu visto, para isso você precisa comprando outro curso de inglês, na mesma escola ou em outra que ofereça o formulário I-20. Novamente você vai precisar   preenchendo alguns documentos, provar condições financeiras, anexar a cópia do formulário I-94 (documento que comprava que você entrou legalmente no país), e até mostrar as passagens provando que você veio pelas vias legais. Tem gente que paga advogado para fazer esse processo, mas dá para fazer por conta própria com ajuda da escola.

Estou com problemas

Em caso de problemas em território americano recorra sempre ao Consulado Geral do Brasil mais próximo da sua casa.

Visto na mão. Tudo garantido?

Só porque você tem o visto na mão não significa que suas chances são de 100% de passar na imigração/aeroporto. Uma atitude educada, positiva e clara perante o oficial de imigração é sempre recomendável.

Cheguei ... e agora?

Em algumas áreas dos EUA a locomoção é feita quase que exclusivamente by car (de carro). Então se você for ficar mais de seis meses é recomendável a compra de um veículo ou viver próximo da escola. Veja exemplo de preços de veículos usados no sul da Flórida.

Tem outo tipo de visto?

Sim, existe vários tipos de vistos para os Estados Unidos. Visite nossa página ABC do Visto e conheça um pouco mais sobre cada um deles. O governo dos Estados Unidos emite todos os anos 55 mil vistos permanentes para o Programa Americano de Diversidade de Vistos, mais conhecido como loteria do Green Card. Os brasileiros não podem participar porque o Brasil está na lista dos países que enviaram mais de 50 mil imigrantes para os EUA nos últimos cinco anos.

Posso trocar meu visto de estudante por outro?

Na página ABC do Visto colocamos várias perguntas e respostas sobre imigração para os EUA. Todas as perguntas foram respondidas por advogados brasileiros que atuam na Flórida.