25 Dicas de Viagem a Miami

Miami é uma das cidades americanas mais visitadas por turistas de todo o mundo. Os brasileiros então, nem se fala. Por isso, é importante ficar de olho nas dicas para evitar saia justa ou problemas na cidade.

Cada dica é valiosa por isso leia com atenção essas dicas de viagem a Miami.

 

1 – Mínimos detalhes:  Miami Beach tem 87,975 mil habitantes, Miami: 409,719 e a area metropolitana da cidade possui 5,413,212. Na Florida moram 18,251,243 de pessoas. Os meses mais chuvosos: agosto & setembro. Estação de Furacões: junho a novembro.

2 – Superando a barreira da linguagem

Miami é um caldo cultural de nacionalidades. Estamos acostumados a ouvir pessoas falando um inglês deficiente, portanto, não fique intimidado de praticar seu inglês.

3 – Segurança

O aeroporto de Miami tem uma má-reputação quando se trata de roubo de bagagem. Não coloque coisas de valor dentro de malas que você pretende despachar no aeroporto. Você também deve evitar andar na praia ao anoitecer.

4 – Preparando-se para o clima

Com uma temperatura média de 19.6 °C em janeiro, o inverno em Miami possui temperaturas agradáveis e, raramente, a temperatura fica abaixo de 10 °C. As temperaturas máximas do verão ficam entre 22–27 °C.

5 – O que vestir

Miami, normalmente, é uma cidade casual. Bermudas e camisas leves são boas, mas traga pelo menos uma camisa mais grossa ou uma blusa leve, já que o ar condicionado pode deixar os interiores bem frios.

Se você pretende ir às boates da moda, deve vestir-se com roupas estilosas (como roupas de grife e vestidos sexy), ou então não conseguirá entrar.

6 – Desvendando a diferença de horário

Todas as principais cidades da Flórida estão na Zona da Hora Oriental (UCT-5). A diferença de horário entre Miami e Paris, Bruxelas, Genebra, Berlim, Madri, Roma, Praga ou Copenhagen é de 6 horas. Isso significa, que quando for 12h00 em São Paulo, em Miami é 11h00.

7 – Pagando com cartão de crédito

Nos Estados Unidos, os gastos diários são normalmente pagos com cartão de crédito.

8 – Câmbio

A indústria financeira esconde o fato de que você perde dinheiro cada vez que o troca. Em média, quando você troca em um banco, você perde 8%. Quando você vai aos guichês de câmbio do aeroporto, perde cerca de 15%.

9 – Pagando com dinheiro

Mesmo que a maior parte dos estabelecimentos dos Estados Unidos aceite cartão de crédito, ainda há lugares em que o dinheiro é necessário. Se você alugar um carro, lembre que os pedágios só aceitam dinheiro. Muitos estacionamentos também só aceitam dinheiro. Gorjetas em dinheiro são mais bem aceitas.

10 – Usando telefone celular e cartões de telefone

Viajar com um celular é prático e útil. Seja um smartphone ou um celular convencional, o básico, como fazer ligações e SMS (que os americanos chamam de texting) são do mesmo jeito. Se você trouxer seu próprio telefone, atente para as taxas de roaming são bem caras.

Telefones públicos estão se tornando cada vez mais raros, mas você ainda consegue encontrá-los em aeroportos e dentro de grandes hotéis. Todos aceitam cartão de crédito.

11 – Encontrando o WiFi mais próximo

Nos Estados Unidos, WiFi de graça está disponível na maioria dos estabelecimentos comerciais. Miami Beach oferece uma rede de WiFi gratuita. Essas conexões gratuitas não são seguras, portanto não envie informação importante.

12 – Taxis

Maioria dos taxistas em Miami é do Haiti e falam francês. Quando chegar ao aeroporto, encontrará um serviço de taxi no andar térreo, do lado de fora da área da esteira de bagagem.

13 – Transporte público

Sistema Metrobus de Miami com assistência ao viajante pode ser contatado no seguinte telefone 305-891-3131. Esteja ciente, o sistema de transporte público de Miami não é tão desenvolvido como em muitos países. Por exemplo, é difícil ir de Miami a Fort Lauderdale usando o transporte público. Também não há metrôs subterrâneos devido ao alto nível da água. Para que busquem você, ligue para 305-409-6636.

14 – Hotéis e acomodações de Miami

Os quartos dos hotéis em Miami Beach são menores, se comparados com os hotéis de outras cidades. As tarifas dos hotéis de Miami também são uma das mais caras do país.  A maioria dos hotéis não oferecem café da manhã gratuito.

Como Reservar Um Quarto Barato Em Miami: veja na página www.usahelp4u.com/Florida

15 – Regras dos restaurantes americanos

Restaurantes americanos são um pouco diferentes do que você deve estar acostumado. O que pode lhe causar um choque é o tamanho da porção – tudo, desde sanduiches e saladas a bifes e sobremesas são imensos.  Não se preocupe em parecer barato – é assim que os americanos fazem suas refeições. É totalmente normal dividir refeições, ou pedir apenas uma salada ou um sanduiche, mesmo para o jantar. E, se você tiver sobras, não se sinta envergonhado de pedir uma embalagem para viagem, americanos fazem isso o tempo todo.

Outros costumes de restaurantes americanos que você pode estranhar:

Quando entrar em um restaurante, espere para ser acomodado em uma mesa. Não tente procurar uma mesa sozinha.

Não se surpreenda se encontrar os talheres embrulhados em guardanapos de papel.

Depois do aperitivo, não se irrite se o garçom não trocar seus talheres.

No momento em que se sentar, lhe oferecerão água com gelo gratuitamente.

Água com gás é muito cara. Se você quiser água com gás, peça ao garçom “sparkling water”.

Grande parte dos restaurantes oferecem refil gratuito de refrigerante, café e chá.

A salada é servida antes da refeição e não depois.

Quando pedir uma salada, irão perguntar qual molho de salada você prefere. Os restaurantes americanos gostam de oferecer molhos de salada elaborados.

Na Europa, o que é chamado de “entree”, normalmente é chamado de “main course” na América.

16 – Dicas sobre gorjetas

Os Estados Unidos possui uma instituição social chamada “dar gorjeta”. Basicamente, o preço no cardápio de qualquer lugar que serve comida não é o preço real. Este é 15% mais caro. Entretanto, Miami Beach é a exceção, onde alguns restaurantes e bares incluem a gorjeta, então verifique sua conta e se certifique que está dando a gorjeta uma única vez.

A gorjeta padrão é de 15%. Se você estiver insatisfeito com o serviço pode deixar menos, ou nada. Mas, se você foi bem servido, 20% é mais apreciado. Com taxis funciona do mesmo jeito. É considerado grosseiro não pagar a gratuidade.

17 – Comprando comida, roupas e eletrônicos

Um aspecto de fazer shopping nos Estados Unidos que sempre confunde os visitantes de outros países são os impostos de vendas. Na Europa um Value-Added Tax (VAT) e incluído no preço de tudo que é vendido. Nos Estados Unidos, é diferente em vários casos. Por exemplo, Miami adiciona 7% no “imposto de vendas” em itens comprados que não está marcado na etiqueta ou cardápio. O imposto será adicionado no preço no caixa ou na conta.

18 – Topless e banho de sol nu

Topless é proibido nos Estados Unidos. Entretanto, Miami Beach é a exceção. Lá, as mulheres podem fazer topless na praia entre a 1ª Street e 16ª Street.

 

19 – Beijo no rosto

Beijo no rosto não é muito comum nos Estados Unidos. Mas esse não é o caso de Miami, devido ao grande número de latinos e europeus por aqui. Logo, beijo no rosto é considerado apropriado entre amigos e conhecidos: um homem e uma mulher e duas mulheres, mas não é muito comum entre dois homens. O número de beijos normalmente é de um só.

 

20 – Mantendo o bom humor

Os americanos são bem humorados, mas falando de maneira estereotipada, o humor americano é diferente de outros países. O típico humor americano não é sutil; e feito de piadas exageradas e palhaçadas, portanto não fique surpreso se um americano começar a provocar ou brincar perto de você. É um sinal de afeição e proximidade. Não deixe o choque cultural estragar sua viagem. Sabendo manter o bom humor ao viajar lhe ajudará a aproveitar o tempo longe de casa.

21 – As leis sobre bebidas alcoólicas na Flórida

Os Estados Unidos possuem leis bem rígidas em relação às bebidas alcoólicas. É contra lei pessoas com menos de 21 anos beber cerveja, vinho ou qualquer tipo de álcool, nem com a presença de um adulto, ou na privacidade de sua casa. Não há exceção nessa lei, independente de sua nacionalidade.

22 – Lidando com a polícia

Em sua maioria, a polícia de Miami é confiável e útil aos visitantes de outros países. Você verá que eles são educados e profissionais. Apesar disso, ao lidar com a polícia, mantenha suas mãos visíveis e não faça movimentos bruscos. Evite andar atrás deles. Também, nunca toque o policial.

 

23 – Entrando em contato com o consulado

Se você perder seu passaporte, ou necessite de ajuda oficial, entre em contato com seu consulado. Para ajudá-lo, preparamos uma lista com os consulados de Miami e as informações de contato.

Consulado de Brazil – 80 SW 8th St. Suite 2600 Miami, FL 33130. Telefone: (305) 285-6200

 

24 – Se você precisar de assistência médica

Se você precisar urgentemente de assistência médica, vá para a sala de emergência do hospital mais próximo, mas se prepare em receber uma conta pelo tratamento. Hospitais no Estados Unidos são extremamente caros, comparado com outros países. Porém, a lei exige que os hospitais providencie assistência para qualquer um precisando de tratamento urgente não importa a nacionalidade ou a habilidade de pagamento.

 

25 – Emergências que requerem polícia, bombeiros ou ambulância podem ser reportados ligando para 9-1-1 por qualquer telefone.

 

Fonte: http://secure.miamibeach411.com/br/viagem.html

 

 

botao menor interno